Morar Pelo Mundo no Sofá de Desconhecidos, Conheça Couchsurfing

Viajar pelo mundo está sempre no imaginário e nos planos das pessoas, mas com a crise no país, dinheiro é um grande problema e cortar gastos se torna imprescindível. Atualmente existe uma infinidade de ferramentas para viajantes que querer economizar ao máximo.

Imagine então se hospedar com pessoas ou famílias reais e gratuitamente, isso mesmo, sem pagar nada. Uma das ferramentas que possibilitam isso é o https://www.couchsurfing.com/.

O que é Couchsurfing?

Couchsurfing é uma plataforma inovadora que reúne uma vasta gama de participantes em uma rede global de  aventureiros, onde é possível compartilhar a casa ou apartamento, além do seu ambiente cotidiano com pessoas de diferentes culturas e países.

O Couchsurfing possui eventos em 200 mil cidades ao redor de todo o mundo. O Couchsurfing possibilita trocar experiências reais com pessoas de verdade em lares reais. Sem dúvida esse tipo de experiência não pode ser esquecida tão facilmente. Sendo, portanto necessário ter uma ideia antes do que se trata para tirar todo o proveito dessa aventura.

Existindo desde 2003 o Couchsurfing possui quatro milhões de inscritos. O melhor de tudo é que o host serve também como uma espécie de guia informal, tornando a experiência ainda mais real, podendo imergir de verdade em uma nova cultura.

Na maneira velha e tradicional, visitando junto com outros turistas apenas os lugares mais famosos do local, da mesma forma que todo mundo faz, vivenciando as mesmas experiências, ou então de maneira mais verdadeira e profunda, entrando totalmente nos detalhes genuínos e culturais que fazem cada lugar ser totalmente único, possibilitando um enriquecimento superior do conhecimento que podemos ter a respeito do mundo lá fora.

Conheça: Os melhores destinos para mochileiros 

Como se inscrever

A primeira coisa necessária é criar uma conta. Além de um ponto de partida também serve como um perfil completo, contendo o estilo de vida que leva, seu objetivo e  aquilo que você valoriza.

Ter o seu perfil e poder acessar o perfil das outras pessoas envolvidas no projeto é a melhor maneira de estar de certa forma mais interligado com a outra ponta. É também possível saber onde serão os eventos e onde estão com as acomodações disponíveis, avisar para onde está viajando ,ou até mesmo oferecer você mesmo acomodações para outros.

É necessário incluir fotografia no perfil, desta forma,você estará pronto e atualizado em relação as novidades. Depois é só estar conectado com pessoas do próprio site que já experimentaram o Couchsurfing em sua região para ter um diagnóstico ainda mais preciso do funcionamento da rede.

A maioria das cidades associadas tem um encontro semanal em um lugar de fácil acesso, como um café ou um shopping, é só procurar por sua cidade no site e dar uma olhada no calendário e endereço do evento mais próximo de você. Só precisa clicar em “Join” e aparecer no evento.

E se eu quiser mesmo me hospedar através do site?

Se for o momento de finalmente embarcar nesta incrível aventura, então é muito simples. Procure pela ou pelas cidades que você quer visitar e veja se há algum local com vagas nos sofás. Veja cuidadosamente os perfis e referências dos hosts e pense se eles combinam com sua personalidade e costumes.

Reveja mais uma vez depois de averiguar as vagas mande um pedido de sofá com as datas e período de estadia  pretendidos. É recomendável enviar um mínimo de cinco pedidos de vaga em sofá. Mande as mensagens deixando absolutamente claro a forma que você quer se encontrar com os hosts.

E se eu quiser ser host?

Então caso já tenha explorado o site e estado em um, ou quem sabe alguns eventos, você pode talvez fazer seu sofá, quarto de dormir ou colchão de ar estarem à disposição dos viajantes, é só inscrever seu sofá na seção informação de sofá. Também existe a opção ainda não, mas posso conversar. Se não tem espaço a opção correta é não. A última opção é caso você queira saber quem quer seu sofá, que é talvez sim.

Portanto o Couchsurfing é mais uma maneira inovadora de conhecer o mundo através de uma nova perspectiva de experimentação, onde dividir o espaço familiar ou caseiro e andar pela cidade com alguém de outro país pode trazer consigo um ganho inimaginável anteriormente.

Quanto mais pessoas, lugares e culturas diferentes nós sejamos capazes de conhecer, será melhor para nos capacitarmos para lidar com os mais diversos tipos de comportamentos e situações que as pessoas possam nos apresentar, e nos mais diversos contextos.